A fase de registro para votar nas eleições do 38º Congresso Sionista Mundial se encerrou no último domingo, dia 19, mas o processo eleitoral ainda não acabou. A chapa Israel Plural e Democrática, formada pelos movimentos reformista e conservador (representados por Arzenu e Mercaz, respectivamente), segue promovendo atividades visando alcançar bons resultados nas eleições.

O Congresso Sionista Mundial é um fórum no qual são representadas as comunidades judaicas de todo o mundo, onde são tomadas decisões essenciais para o futuro do judaísmo em Israel e na diáspora. Esse foi o tema do painel “Hot Potatoes” na última quarta-feira, 22, realizado pela chapa Israel Plural e Democrática, que concorre ao Congresso. O presidente da CIP, Mário Fleck, participou da conversa, e levantou a necessidade de aproximar aqueles que estão afastados do judaísmo para formar uma “massa crítica”.

“Se nós nos preocupamos com o futuro do judaísmo, está mais do que na hora de debater, discutir e avaliar o que nós deveríamos fazer para que essa tendência [de dispersão dos judeus] mude”, afirmou Fleck sobre o papel das comunidades liberais frente aos desafios de perpetuar o judaísmo.

Ele completa: “nós não vamos mudar a realidade do mundo, os casamentos inter-religiosos, nem a forma como as pessoas fazem suas opções de vida, porém nós podemos ajudá-las a se interessar por essa bagagem [judaica] fenomenal e fantástica.”

Próximos passos das eleições

Nesta semana, aqueles que se inscreveram para votar para o Congresso Sionista Mundial receberão um código por e-mail. O código deverá ser guardado e utilizado entre os dias 27/07 a 03/08, quando ocorre a votação final. 

A CIP apoia a chama “Israel Plural e Democrática”, formada pelos movimentos reformista e conservador (Arzenu e Mercaz), aos quais é filiada. Em caso de dúvidas, entre em contato com a chapa pelo e-mail para [email protected]